Olímpia / Grécia

grécia olímpia

No Peloponeso do Oeste, no “Vale dos Deuses”, repousa o mais celebrado santuário da Grécia Antiga, e o lugar do nascimento do mais importante evento atlético de todos os tempos: os jogos Olímpicos. Olímpia é um conhecido destino turístico na Grécia, e uma dos nomes-marcas mais poderosas do Mundo.

Olímpia é facilmente acessível pelas outras áreas de interessa da Grécia. A menos de 4 horas de Atenas, e a somente 1 hora do Porto de Pátra, ou do aeroporto de Kalamata. Todos os dias, há varias conexões de autocarro de Atenas para Olímpia, bem como de comboio também. Outra opção é de participar dum passeio em Olímpia que parte de Atenas.

Experimente viver a Historia através das ofertas inestimáveis, mas principalmente gratuitas da área.

Os visitantes podem caminhar até as impressionantes ruinas da área, onde os atletas treinavam e corriam no antigo Estádio; da mesma maneira que os antigos Olímpicos faziam apos sua vitória 3000 anos atrás. Também pode visitar o museu e assim ter a sorte de ver algumas esculturas inacreditáveis como a decoração esculpida do Templo de Zeus, uma das sete maravilhas do Mundo Antigo, o famoso Hermes de Praxiteles e a estatua de Nike de Paionios.

grécia olímpia

Os visitantes também podem apreciar os festivais, como Festival Internacional Da Antiga Olímpia e o Eco Festival Rio Alfios, onde podem explorar o magnifico e natural ambiente do Rio Alfios, da intacta praia de Kato Samiko que é a somente 18 km de distância ou gozar das Termas e SPA naturais de Kaiafas. Também têm a opção de participarem de atividades como passear e de desportos como biking, rafting, caiaque e kite-surf, etc.

olímpia

Olímpia também pode ser a base para se visitar os seus arredores. É somente a 33 km do porto e da aldeia de Katakolo, a 30 km do Templo de Apollo Epikourios, a 30 km do Templo de Afrodite, a 57 km da Antiga Ilida, a 60 km do Castelo de Chlemoutsi e muitos outros.

Visitar a cidade de Olímpia tornar-se-á uma das mais memoráveis experiências que jamais terá na Grécia.

grécia olímpia

Top 10 dos Museus e Sítios:

  • Sitio Arqueológico de Olímpia
  • Museu Arqueológico de Olímpia
  • Museu dos Jogos Olímpicos Antigos
  • Museu dos Jogos Olímpicos Modernos
  • Monumento de Pierre de Coubertin
  • Templo de Apollo Epikourios
  • Templo de Afrodite
  • Antiga Ilida
  • Castelo medieval de Chlemoutsi
  • Palácio de Nestor

Top 10 da Cultura e dos Festivais:

  • Festival da Antiga Olímpia
  • Festival Internacional de filme para criança e jovem de Olímpia
  • Eco estival do Rio Alfios
  • Aldeia tradicional de Andritsena
  • Monastério de Sepetou
  • Festival da Antiga Ilida
    grécia olímpia
  • Festival de Musica do Castelo de Chlemoutsi
  • O espetáculo de cavalos de Andravida
  • As festas locais ( panigiria)
  • Monastério de Kremasti

Top 10 Natureza e Desportos:

  • Rio Alfios
  • Atividades no vale de Olímpia
  • Praia de Kato Samiko
  • Termas e Spa Kaiafas
  • Lagos de Kotychi & a Floresta de Strofilia
  • As cascatas de Nedas
  • Praia de Zacharo
  • Desportos aquáticos
  • Porto e aldeia de Katakolo
  • Aldeia de Kakovatos




Historia

No Peloponeso oriental, no belo vale do Rio Alfios, repousa o santuário mais celebrado na Grécia Antiga. Dedicado a Zeus, o pai de todos os Deuses, alastra-se sobre o pé sudoeste do Monte Kronios, na confluência do Rio Alfios e Kladeos, numa paisagem exuberante e verde. Embora isolada, próxima da costa oeste do Peloponeso, Olímpia transformou-se no centroreligioso e atlético o mais importante na Grécia. A sua fama repousa sobre os Jogos Olímpicos, o grande festival nacional e um muito prestigiado mundialmente, que era celebrado a cada quatro anos em honra de Zeus.

grécia olímpia

A origem do culto e do festival remontam a vários séculos. Os mitos locais acerca do ilustre Pelops, o primeiro governante da região, e do Rio Alfios, atraiçoem os laços entre o santuário e ambos o Este e Oeste.

Os primeiros achados de Olímpia estão situados no pé sudoeste do Monte Kronios, onde os primeiros santuários e cultos pré-históricos foram estabelecidos. Um grande números de cacos de cerâmica do final do período Neolítico ( quarto milênio A.C.) foram encontrados do lado norte do Estádio. Marcas de ocupação dos três períodos da Idade de Bronze foram identificadas na grande área do Altis e de seu novo Museu. Um grande tumulo do inicio do período Helênico II (2800-2300 AC) foi descoberto nas camadas mais baixas de Pelopion, enquanto que varias estruturas absidais pertencentes ao inicio do período Helênico III (2150-2000 AC). Tradicionalmente, acredita-se que em aproximadamente 1200 AC, a região de Olímpia foi colonizada pelos Etólios, conduzidos por Oxylos, que fundou o estado de Elis. O primeiro santuário planeado dedicado a deuses locais e Pan-helênicos foi provavelmente estabelecido no fim do período Micênico.

O Altis, o cerco sagrado com os seus carvalhos escuros, pinhos, álamos e oliveiras, foi inicialmente formado durante o decimo e nono século AC, quando o culto de Zeus foi provavelmente estabelecido. Olímpia foi subsequentemente devotada exclusivamente a adoração e por muitos séculos, não tinha outras estruturas além do Altis, um recinto de paredes que continha altares de sacrifícios e o tumulo de Pelopion. As numerosas ofertas votivas, na maioria figurinhas, caldeirões de bronze e tripés eram colocados de fora em arvores e altares. As primeiras figurinhas representam Zeus, o mestre do santuário, datam do período Geométrico.

grécia olímpia

Em 776 AC, Iphitos, rei de Elis, Kleosthenes de Pisa e Lykourgos de Sparta reorganizaram os Jogos Olímpicos em honra de Zeus e instituíram o sagrado ekecheiria, ou trégua. Cedo o festival quadrienal adquiriu um caráter nacional. O grande desenvolvimento do santuário começou no período arcaico, como mostrado pelas centenas de ofertas votivas – armas, figurinhas, caldeirões, etc.. – datando deste período. Foi quando os primeiros edifícios monumentais foram construídos – o Templo de Hera, o Prytaneion, o Bouleuterion, os tesouros e o primeiro estádio. O santuário continuou a florescer dentro do período clássico, quando o enorme templo de Zeus (470-456 AC) e vários outros edifícios (banhos, pórticos, tesouros, edifícios auxiliares) foram erigidos, e o estádio foi movido para leste de seus antecessores arcaicos, para fora do Altis.

grécia olímpia

As inúmeras estatuas e preciosas ofertas, infelizmente foram perdidas, como o santuário foi pilhado varias vezes na Antiguidade e em especial sobre o domínio Romano. No período Helenístico, as construções dos edifícios de configuração como o ginásio e a palestra continuaram, enquanto que em tempos Romanos, os edifícios existentes foram redecorados e novos foram construídos, incluindo banhos quentes, mansões luxuosas e um aqueduto. Muitos dos tesouros do santuário foram removidos e usados para a decoração de vilas romanas.

O santuário continuou a funcionar durante os primeiros anos do domínio Cristão sob Constantino, o Grande. Os últimos Jogos Olímpicos foram realizados em 393 DC, antes dum edital de Teodósio I que proibiu todos os festivais pagãs. Em 426 DC Teodósio, ordenou a destruição do santuário. No meio do quinto século AC, uma pequena povoação desenvolveu-se sobre as ruinas antigas e a Oficina de Fídias foi transformada numa igreja Cristã. Em 522 e 551, as ruinas foram devastadas por terramotos, o Templo de Zeus foi parcialmente enterrado. Em subsequentes séculos, os rios Alfios e Kladeos transbordaram e junto com deslizamentos de terra do Monte Kronios enterraram profundamente o sitio em lama e areia. Olímpia permaneceu esquecida sobre uma camada de detritos profunda de 5 a 7 metros. A área foi apelidada de Antilalos e somente em 1766, o antigo sitio foi redescoberto.

grécia olímpia

Em 1829, a Expedição Cientifica Francesa do Peloponeso escavou parcialmente o Templo de Zeus, tomando vários fragmentos dos frontões para o Museu do Louvres. Escavações sistemáticas começaram pelo Instituto Alemão de Arqueologia em 1875 e continuam até a data. Durantes esta ultima década U. Sinn, professor de Arqueologia Clássica na Universidade de Wurzburg e membro do Instituto Alemão de Arqueologia, e sua equipe pesquisaram o lado sudoeste do edifício, enquanto que o Dr. H. Kyrieleis, antigo diretor do Instituto Alemão de Arqueologia, e sua equipe escavaram edifícios pré-históricos do santuário. Vários monumentos do sitio estão atualmente em conservação e em restauração.

Descrição

O sitio arqueológico de Olímpia inclui o santuário de Zeus e muitos outros edifícios erigidos a sua volta, tais como as instalações atléticas usadas para a preparação e celebração dos Jogos Olímpicos, edifícios administrativos e outros edifícios auxiliares e monumentos. O Altis, recinto sagrado e coração do santuário, com os seus templos e tesouros, ocupa o centro do sitio. É cercado por peribolos, ou recinto de parede, que no final do quarto século AC tinha três portões do seu lado oeste e dois do lado sul, e era delimitado a leste pela Stoa Echo, que separava o recinto sagrado do estádio. O muro do recinto em tempos Romanos, e dois monumentos de entrada foram criados do lado oeste.

grécia olímpia

O Templo Clássico de Zeus e o Templo inicial de Hera dominavam o Altis. A leste do Heraion está o Metroon, um templo dedicado a Cibele, mãe dos Deuses, e atrás desse, ao pé do Monte Kronios, uma serie de tesouros dedicados pelas cidades Gregas e colônias. A seu sul repousa o Nymphaion, uma esplêndida fonte dedicada por Herodes Atticus. A sul do Heraion e sobre os restos do assentamento pré-histórico de Olímpia está o Pelopion, um monumento funerário que comemora o herói Pelops. Também no Altis está o Prytaneion, o santuário dos oficiais, e o Philippeion, um elegante edifício circular dedicado por Philip II, rei da Macedônia. A sudeste do Heraion estava o grande altar de Zeus, o mais importante monumento e inteiramente feito de cinzas e, portanto hoje em dia, completamente perdido. O espaço remanescente dentro do Altis foi preenchido por numerosos altares e estatuas de Deuses, heróis e vencedores olímpicos dedicados por cidades Gregas ou indivíduos abastecidos, como Nike de Paionios.

Fora do recinto sagrado do Altis, a seu sul está o Bouleutherion e a Stoa Sul, o edifício mais a sul do grande santuário e sua entrada principal a sul. A Oeste do Altis e separado dele pela Estrada Sagrada está uma serie de edifícios para o pessoal do santuário, os atletas e os visitantes distinguidos: o ginásio e palestra, os fundamentos do exercício, a Oficina de Fidias que no final da Antiguidade foi transformada numa igreja Cristã, os banhos Gregos com sua piscina, os banhos quentes Romanos, o Teokoleion ou a residência dos sacerdotes, o Leonidion ou aposentos dos oficiais, e os albergues Romanos.

A leste do Altis ergue se o estádio onde se realizavam os Jogos Olímpicos. A sul do estádio estava o Hipódromo, do qual nenhuma marca resta, como se tivesse sido varrido pelo Alfios. A sul do hipódromo está um grupo de mansões e banhos, incluindo a famosa casa de Nero, construída pelo Imperador para a sua primeira estadia em Olímpia, durante a sua participação nos jogos.

Está planejando viajar para Olímpia?

Penelope

11 dias

Atenas, Delfos, Míconos, Olímpia, Santorini

á partir de €1245

Grécia Clássica

11 dias

Atenas, Creta, Delfos, Kusadasi, Meteora, Míconos, Olímpia, Patmos, Rodes, Santorini

á partir de €1240