Ares / Deus da Mitologia Grega

Ares era o deus da guerra, interessado em lutas sangrentas e assassinatos. Seus pais eram Hera e Zeus e mesmo sendo um dos doze deuses do Olimpo, a maioria deles não gostava de Ares, devido ao seu caráter vigoroso.

Dizia-se que Ares foi criado na Trácia por Thero e educado por Príapo, que era responsável pelo exercício do jovem deus em esportes, dança e técnicas de guerra. Hera havia delegado Príapo com a educação de Ares e iria compensá-lo com parte dos premios adquiridos durante as batalhas. Homero diz na Ilíada que Ares era incontrolavemente agressivo, cheio de paixão, audácia, ferocidade e era caracterizado por uma violência cega. Era chamado de vicioso e insolente.

ares

Quando estava no campo de batalha, ninguém conseguia derrotá-lo, exceto Atena, que era também a deusa da guerra, mas em termos diferentes do que os de Ares. Athena focava na estratégia e no planejamento de uma batalha, na bravura dos combatentes e qualquer parâmetro intelectual da guerra. Ares, ao contrário, era quem tomava parte na luta, a fim de contribuir para as ações de violência da guerra, como se estivesse sedento por sangue. Ele montava o seu carro, puxado por quatro criaturas selvagens nomeadas Fogo, Problema, Chama e Terror e espalhava a morte e o terror em todo lugar.

Apenas três entre os deuses do Olimpo foram amigáveis com Ares. Em primeiro lugar, Hades era grato ao deus da guerra, porque a população do submundo cresceu graças às atividades de Ares. O segundo foi Eris (discórdia), irmã de Ares que corria ao lado dele durante suas campanhas de guerra eo terceiro era Afrodite que apesar esatar casada com Hefesto, ela era apaixonada por Ares. O amor entre esses dois deuses foi o resultado de suas personalidades opostas. Afrodite era bonita e inspirava amor aos outros, mas era atraída pela selvageria de Ares. Afrodite deu a luz a Harmonia cujo caráter combinava todas as características de seus pais. Deimos (Terror) e Fovos (Medo) também eram filhos de Ares o acompanhavam nas guerras. Ares e Afrodite foram punidos por Hefesto, o marido enganado de Afrodite, que os fez revelar sua relação ilegal para os outros deuses do Olímpo.

ares

Athena e Ares eram inimigos e brigavam muito, mesmo em campos de batalha. Mesmo que os dois estavam estritamente ligados à guerra, eram diametralmente opostos porque Athena usava sua sabedoria a fim de fazer uma boa estratégia de guerra enquanto que Ares era temperamental e entusiasmado com a violência da guerra. Ele lutou pelos troianos durante a Guerra de Tróia e foi ferido duas vezes por Athena. Quando Ares foi para Zeus reclamando que foi atacado por Athena, Zeus, que não gostava Ares por causa de seu caráter vicioso, o criticou, apesar dos argumentos de Ares que pai estava favorecendo Athena.

De acordo com Demóstenes, Alirathios, filho de Poseidon, estuprou Alcipe, filha de Ares. Então, Ares matou Alirothios e foi julgado pelos atletas olímpicos. O julgamento foi realizado em uma rocha localizada a oeste da Acrópole, em Atenas. Os juízes eram os doze deuses do Olimpo que concordaram que Ares era inocente. A rocha em que o julgamento foi realizado, foi usada para julgamentos similares (assassinatos) e desde então o local foi chamado de Areios Pagos. Mais tarde, Orestes que matou sua mãe, também foi julgado no Areios Pagos.

De acordo com a lenda, Ares foi quem criou as aves Stymfalian que se alimentavam de seres humanos. Um dos trabalhos de Hércules foi matar estas aves e assim o fez, assistido por Atena, que lhe deu os cimbaloms que Hefesto havia construído.

ares

Existe um mito que liga Ares a Kadmus, rei de Tebas, que matou um dragão, filho de Ares. Então Kadmos foi obrigado a ser servo de Ares por um ano. Seguindo as ordens de Ares, Kadmos semeava os dentes do dragão em um campo e guerreiros nasceram destas sementes. No entanto, Kadmos inventou um truque que fez com que os lutadores matassem uns aos outros, com exceção de cinco deles, que sobreviveram e, mais tarde, tornaram-se os primeiros cidadãos de Tebas. Uma vez que Ares ficou amigo de Kadmos, sua filha, Harmonia, casou-se com o rei de Tebas.

Os gregos antigos não gostavam de Ares, assim, eles não construiram santuários ou templos de grande importância em sua homenagem. Ares era adorado principalmente no Peloponeso e considerava-se que estava presente em todas as batalhas, quer no seu carro, acompanhado por Eris e seus filhos ou mesmo a pé, espalhando a discórdia, desastre, medo e morte.

Zeus Hera Poseidon Atena Afrodite Apolo
Ares Deméter Hermes Hefesto Artemis Hestia

Adonis

13 dias

Atenas, Creta, Kusadasi, Míconos, Patmos, Rodes, Santorini

á partir de €1165

Demeter

6 dias

Atenas, Creta, Kusadasi, Míconos, Patmos, Santorini

á partir de €580